Coisas mais estranhas já vistas em uma mesa de pôquer

Autor:
Font Size
A A A

Do leão para o cordeiro

Começamos com o ex-campeão do Irish Open, Neil Channing, contando uma história engraçada da World Series of Poker.

"Eu estava em um satélite de uma mesa. Um sujeito estava recebendo uma penalidade do supervisor da sala de jogos. Ele enlouqueceu e ficou muito agressivo", disse Channing. "O supervisor disse que, se ele não se acalmasse, seria desqualificado. Isso fez com que o homem ficasse mais irritado ainda.

"Então ele foi informado que, se não se acalmasse, seria banido do Rio. Chamaram a segurança e algumas pessoas vieram olhar o que estava acontecendo, mas era tarde da noite e havia menos de 30 pessoas por lá.

"De repente, ele se transformou e ficou todo manso e pacífico. Aceitou a decisão e disse que partiria de forma calma. Foi uma transformação muito repentina.

"Ele foi embora...

"Então, alguém percebeu que ele tinha roubado os $1.800 das últimas apostas mais longas, e ele foi perseguido pelo corredor. Felizmente, ele foi pego na porta."

O açougueiro chinês

O pôquer pode te deixar muito irritado.

Como esse sujeito, que foi responsável por uma das experiências mais estranhas em pedir all-in e pagar que Dave Nicholson teve na vida.

"Eu estava em um jogo particular em um local reservado", disse Nicholson. "O pote era de cerca de £9.000, e as cartas da mesa eram algo tipo Q-7-6. Dois jogadores pedem all-in. Fica K-K contra A-Q, e o jogador com K-K é um chinês baixinho.

"Antes que o dealer possa concluir a ação, o chinês baixinho puxa um cutelo de seu bolso e diz que, se perder o pote, cortará sua cabeça fora.

"O dealer parecia muito assustado. O K-K vence; ele solta um suspiro de alívio e todos caem na risada, inclusive o chinês baixinho".

Açougueiro. Obviamente.

Nicht-Night

Ainda bem que o próximo dealer não estava jogando nesse jogo.

Com vocês, Dominik Nitsche:

"Me lembro de jogar um satélite para o torneio High Roller no EPT Deauville. A estratégia adequada em um satélite dita que você tenha calma para tomar decisões.

"A dealer não gostou muito do jeito que eu estava jogando, então colocou as mãos na cabeça e fingiu estar dormindo enquanto era minha vez. Nunca vi nada desse tipo ocorrer nos oito anos em que jogo pôquer."

O que será que eles colocam nos macaroons do Deauville?

Dedos de manteiga

Com vocês, o editor do PokerNews do Reino Unido, Matthew Pitt:

"Eu estava em uma temporada do EPT Deauville. Estávamos jogando full ring, mas o pote estava em heads-up no flop. O dealer estava brincando com as cartas escondidas quando, sem querer, as virou. Um dos jogadores notou e o supervisor da sala de jogos foi chamado.

"Decidiram que todas as cartas escondidas tinham que ser mostradas aos dois jogadores, então aconteceu o flop com 14 cartas escondidas viradas."

Tudo que você precisa é de uma carta.

Agora outra história muito boa envolvendo uma decisão controversa tomada pelo supervisor, como conta Jackie Glazier, ganhadora do bracelete do WSOP:

"A coisa mais estranha que já vi em uma mesa de pôquer foi durante um WSOP Main Event. Era 2013, no fim do segundo dia. Um jogador que não tinha jogado uma mão há mais de duas horas iniciou sua jogada com um all-in da posição intermediária com 20bb. Todo mundo desistiu, menos o botão, que pagou sem pensar; eu desisti do meu small blind e o big blind desistiu também.

"O dealer anunciou, "All-in e pagamento" e, com a ação completa, pediu aos dois jogadores para virarem suas cartas. O jogador do all-in virou ás-valete do mesmo naipe. O jogador no botão olhou para o dealer e disse que ainda precisava de outra carta. Ele tinha feito pagamento com apenas uma carta (mesmo com ação depois do pagamento dele).

"Ele virou uma rainha. O supervisor foi chamado e o jogador do all-in argumentou que a mão do botão deveria ser anulada, já que toda a ação foi concluída e ele não estava segurando duas cartas.

"O supervisor decidiu que o jogador deveria receber a carta do topo do baralho, que era a carta que ele teria recebido de qualquer maneira. A carta foi recebida e o botão virou um ás, para ás-rainha.

"Ele, consequentemente, ganhou a mão e eliminou o outro jogador, que deixou a mesa balançando a cabeça enquanto os outros jogadores da mesa ficaram assistindo confusos. Não tenho certeza se a decisão foi correta ou não, mas o que mais me impressiona é correr o risco de pagar segurando uma única carta que nem é um ás!"

Chega de ronco!

Pelo menos ele estava acordado quando pagou.

Com vocês, Sofia Lovgren:

"Uma noite, quando eu estava jogando em mesas a dinheiro no Bellagio, no outono passado, havia um jogador de pôquer que não parava de dormir na minha mesa. Sempre que era a vez dele jogar, tinham que acordá-lo.

"De repente, ele adormeceu quando estava no meio de um pote. Ele acordou com um movimento rápido e disse, sem olhar para a mão ou para as cartas da mesa "ÉÉÉÉ, MESA!" e, nessa hora, o dealer disse: "Ou você fica acordado ou sai da mesa."

"Decidimos comprar um café para ele!"

Jogando lentamente até a guilhotina!

Em Paris, as pessoas adoram uma boa xícara de café. Eles também adoram um pouco de jogo "degenerado", pelo visto.

Com vocês, Sam Razavi:

"Cerca de oito anos atrás, quando o Aviation Club de France (ACF) ainda estava prosperando na Champs-Élysées, em Paris, eu estava jogando um jogo bastante amigável de €1/€3 e um cara local, que eles chamavam de "Esquimó", se sentou. Ele, de forma rotineira, apostava €40 pré com duas cartas quaisquer, então pagava um terceiro aumento de praticamente qualquer quantidade com duas quaisquer.

"Enfim, algo como uma hora depois de ele sentar, ele faz sua abertura padrão de €40 e é repicado para €160. Ele paga. A abertura é K-5-6 e os dois jogadores pedem mesa. O turn é muito ruim e os dois pedem mesa pela segunda vez. O river é um oito. Agora esse cara dispara €200. O Esquimó aumenta para €500; então, o outro cara diz algo em francês para o Esquimó. Eles falam com o dealer, que chama o supervisor e, para resumir, esse outro cara tinha dito para o Esquimó: "Você quer trazer mais dinheiro para a mesa?"

"Parece que o supervisor deixou eles trazerem mais dinheiro para a mesa para entrar em jogo no meio daquela mão! Algo que eu nunca vi antes e algo que, tenho certeza, não é permitido normalmente.

"De qualquer forma, esse cara se anima e coloca cerca de €3 mil, e o Esquimó, algo como €2 mil. Então, agora esse outro cara anuncia "Mille", que eu sei que quer dizer "mil". Esse cara está tão confiante da mão dele que eu nem acredito que o Esquimó concordou mesmo em recarregar.

"O Esquimó encolhe os ombros e diz "all-in", e o outro cara começa a xingar em francês e a dizer algo como "ele tem um straight!"

"Enfim, ele paga rapidamente, o esquimó vira 7-4 de naipes diferentes para o straight e o outro sujeito vira, com nojo, uma trinca de reis, que ele jogou lentamente até a morte.

"Ele recolhe as coisas dele e sai. O Esquimó olha em volta. Eu dou uma risada e ele simplesmente encolhe os ombros novamente, quase sem saber o que tinha acontecido."

Encarando seu oponente

Parece que essa dupla colocou tudo em risco. Ou não?

Vamos deixar este breve momento de recordação nas mãos capazes do homem que começou tudo isso: Neil Channing. A mão envolve Keith Lehr, e Keith, com certeza, arriscou tudo que tinha...

"Keith Lehr estava jogando $10/$20 NLH no Bellagio. Ele pediu all-in. O sujeito perguntou se era all-in ou se ele tinha mais dinheiro. Keith confirmou que era all-in.

"O sujeito disse: "Tudo bem, eu só estava perguntando", e o Keith disse: "Mas eu disse que eu era all-in!! O que você acha que eu quis dizer?" O outro disse: "Bom, eu só estava verificando, e você pediu all-in".

"O Keith coloca os dedos no olho, puxa seu globo ocular de vidro e o coloca no pote.

"É isso. É tudo que tenho. Estou definitivamente em all-in", ele disse."

É isso que os profissionais têm a dizer. Agora é sua vez.

Quais foram as cenas mais incríveis que você já testemunhou em uma mesa de pôquer?

Achou isto interessante?    

Obrigado por nos ajudar a melhorar.

     

Copyright 2002 - 2017 Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited., subsidiária integral da 888 Holdings plc.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited foi estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A 888 Holdings plc está cotada na Bolsa de Valores de Londres.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited está licenciada e autorizada a oferecer serviços de jogos e apostas online nos termos das leis de Gibraltar (Licença para Jogo Remoto números 022 e 039) e não atesta a legalidade de tais serviços em outros países.
Nossos serviços no Reino Unido são operados pela 888 UK Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, licenciada e regulamentada pela Great Britain Gambling Commission (Comissão de Jogos de Aposta da Grã-Bretanha).
Nossos serviços nos estados membros da União Europeia (com exceção dos estados em que nossos serviços são fornecidos segundo uma licença local) e nos estados membros da Associação Europeia de Livre Comércio são operados pela Virtual Digital Services Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A Virtual Digital Services Limited opera sob a proteção de uma licença de jogo fornecida segundo as leis de Gibraltar.
Nossos produtos de apostas são operados na Irlanda, pela 888 Ireland Limited, uma empresa incorporada em Gibraltar, licenciada pela Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal) da Irlanda.
Nosso endereço: 601-701 Europort, Gibraltar.
Encorajamos o jogo com responsabilidade e apoiamos a GamCare.