ABC do pôquer: de volta aos conceitos básicos

Font Size
A A A

O pôquer é um jogo de engano, trapaça e blefes audaciosos. Ele requer que um profissional qualificado seja imprevisível – o jogador deve ser mais esperto que os adversários, saber preparar armadilhas e contornar riscos. No entanto, entre todas as esquivas e obstáculos, pode ser fácil se esquecer dos fundamentos do jogo – um jogo que, em sua essência, é bastante simples. Os conceitos básicos da estratégia do pôquer são importantes, independentemente do nível em que você está jogando, e vale a pena relembrá-los de vez em quando, seja você novo no jogo ou um jogador veterano.

Aqui estão os princípios fundamentais do bom jogo de pôquer, para serem lidos pela primeira vez ou usados como um lembrete oportuno. Estes blocos básicos devem ser usados como alicerces sobre os quais você pode construir e adotar conceitos mais avançados, como o floating e o semiblefe. Se você está constantemente fazendo jogadas e não pode nem explicar por que mesa-repica é o movimento correto em uma determinada situação, então provavelmente é hora de rever as nossas dicas de conceitos básicos. Leia, aprenda e volte às mesas com uma vingança!

1. Seleção da mão ideal

Você pode ter ouvido falar que no pôquer você deve ler o homem e não as cartas. Bem, isso é verdade até certo ponto, mas não significa que você deve começar a ignorar a força das suas cartas fechadas quando "algum peixe" não cai em uma mão assassina que você está tentando representar. Em vez disso, não seria melhor se você apenas mostrasse uma grande mão e ainda fizesse os adversários pagarem suas apostas mais altas? Se você persistir na abertura com uma sólida variedade de mãos, incluindo pares, ases e um conector adequado, você baterá flops, acabará com os ases ruins dos outros jogadores e será recompensado com alguns potes cheios de dinheiro. Muitas vezes, isso é tudo de que você precisa para obter um lucro regular.

2. Uma grande mão = uma grande aposta

Quando você tem uma grande mão, é muito tentador fazer uma armadilha para o seu adversário, pedindo mesa ou pagando a aposta na tentativa de chamar mais apostas. As armadilhas têm sua hora certa, particularmente contra jogadores agressivos, mas sua jogada padrão deve ser apostar nas suas melhores mãos. Se você tem um par de ases ou reis, por que quer deixar o big blind ganhar de você no flop, pagando apenas o big blind? Se você sabe que seus dois pares estão à frente no flop, por que pedir mesa e dar a seu adversário a chance de alcançá-lo? Além disso, por que você não quer ganhar mais dinheiro para o pote quando tem uma boa mão? Os potes em que é mais provável que você ganhe acontecem quando você tem uma grande mão e alguém tem uma mão que é boa mas é a segunda melhor. Não perca a sua oportunidade de rechear o pote no início ou você vai lamentar o fato de que deixou fichas na mesa.

Se você não tiver certeza de quanto apostar, um montante normal, decente, seria entre meio pote e um pote inteiro. Como uma regra adicional, você deve apostar mais se existem vários jogadores ainda na mão e se as cartas da mesa estiverem molhadas (ou seja, se apresentam um grande potencial de straight e flush). Lembre-se sempre de que, por mais tentador que seja, jogar lentamente com uma grande mão é a maneira mais rápida de ir à falência.

3. Posição, posição, posição

O poder da posição no No Limit Hold'em não pode ser subestimado. Há uma razão por que os guias de estratégia dizem para jogar somente mãos premium das posições inicial e intermediária e evitar pagar uma aposta seguida de um aumento quando ainda há muitos jogadores para jogar depois de você. Quanto mais inicial for a sua posição, mais provável será você ficar fora de posição pelo resto da mão; isso o coloca em grande desvantagem, pois força você a tomar decisões antes dos seus adversários. Quanto mais próximo do botão você estiver, mais tarde você jogará e mais informações você terá sobre as mãos dos seus adversários.

Evite pagar os blinds com mãos inferiores só porque você já comprometeu algum dinheiro. Pode parecer uma maneira barata de pagar um flop, mas você vai ter que jogar com a mão inteira fora de posição – e sem comprometer mais fichas, você terá pouca noção de quão fortes são as cartas dos seus adversários. Muitas fortunas e torneios foram perdidos desse jeito. A posição é primordial no No Limit Hold'em, e quando você se esquecer disso, vai começar a perder.

4. Conheça suas chances

Jogar um pôquer sólido não se trata de conseguir fazer blefes complexos – se trata de pagar quando você tem as chances corretas de fazer isso, desistir quando não tem e fazer outros jogadores pagarem quando não deviam. Você pode adotar o "mesa-repicar" e o "floating" mais tarde, mas se você não conhece as suas chances nunca será capaz de descobrir se você está cobrando das pessoas o preço certo ou não, e isso inclui quando você está representando uma mão que não tem!

Se você não faz nada mais, aprenda a calcular as suas chances e comece a usá-las. No flop, conte o número de cartas restantes no baralho que podem melhorar a sua mão (outs), a fim de formar a mão ganhadora, e multiplique esse número por quatro para ter a porcentagem de fazer isso no turn ou no river, ou por dois para fazer isso na próxima carta. Alguns números importantes para se ter em mente são nove outs para um "flush draw" (quando um jogador tem quatro cartas de um mesmo naipe e espera a quinta para formar um flush), oito outs para um "open-ended straight draw" (quatro cartas em sequência em que você pode fazer uma sequência com duas cartas diferentes) e quatro outs para um "gutshot straight draw" (uma sequência em que falta uma carta do meio).

5. Blefe menos, vença mais

Quando você começa a jogar pôquer é muito fácil pensar que o jogo se trata de blefar e analisar os tiques dos jogadores – afinal, é disso que se trata quando você assiste partidas de pôquer na TV, certo? Errado. Os destaques da TV tendem a se focar em potes cheios de dinheiro e blefes audaciosos, fazendo parecer que os jogadores blefam mais do que eles realmente fazem. O blefe deve ser apenas uma arma no seu arsenal, e quando você blefa deve ter uma boa razão para fazer isso. Você precisa avaliar a situação cuidadosamente, tendo em conta fatores como o número de jogadores na mão, sua imagem da mesa e se suas apostas contam uma história possível.

6. Saldo

Ok, não é emocionante, mas você não pode ignorar isso. Se você estiver jogando com um limite maior do que aquele que pode sustentar, você vai dar tilt, explodirá e, no geral, terá grandes problemas na mesa. Você pode sentir que é capaz de vencer um jogo de $2/$4, e talvez seus resultados até provem isso, mas se não for capaz de sustentar pelo menos uma fase de azar com cinco "buy-ins", então você definitivamente está jogando errado. Não há nada errado em baixar seus limites e ter a certeza de jogar dentro da sua zona de conforto. Se você pode vencer os jogos de $2/$4, então precisa ser capaz de vencer os jogos de $0,25/$0,50. Não seja um desses jogadores que dizem que só competem num nível mais alto. Um bom jogador de pôquer se adapta a qualquer mesa em que está jogando. Comece de uma base sólida e vá subindo conforme seu saldo aumenta – esta é a essência da boa gestão financeira.

7. Imagem da mesa

Sua imagem da mesa deve informar cada ação que você faz enquanto está jogando. Se você repicar no pré-flop e pedir all-in no flop, a decisão dos seus adversários de pagar ou não depende da variedade de mãos que eles pensam que você tem e como você vai jogá-las. Se você tem feito um jogo fraco, é provável que desistam da maioria das mãos, mas se você foi hiperagressivo, as chances deles pagarem será muito maior. A imagem da mesa, sua e a dos outros jogadores, é algo a se respeitar e explorar. (Embora, obviamente, o conceito saia pela janela se o outro jogador não estiver mesmo prestando atenção.)

8. Raciocínio

Tenha um motivo para cada jogada que você fizer. Você está pedindo mesa para depois pagar, desistir ou aumentar? Se você apostar, vai pagar um aumento? Antes de pedir um aumento no pré-flop com 9c-10c, pergunte a si mesmo o que você espera alcançar. Você vai atacar o flop se um jogador fraco-passivo pagar, mas só aposta contra um jogador com jogo fraco se tiver um conector? Você tem um monte pequeno que se compromete a pagar se lhe apertarem? É importante começar a pensar sobre o que outros jogadores podem ter, sem colocá-los em uma mão, e tentar pensar sobre o que eles podem pensar que você tem. Em caso de dúvida, use os conceitos básicos, pois a maioria dos jogadores – particularmente nos níveis mais baixos – jogam como se todos vissem suas cartas.

Achou isto interessante?    

Obrigado por nos ajudar a melhorar.

     

Copyright 2002 - 2016 Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited., subsidiária integral da 888 Holdings plc.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited foi estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A 888 Holdings plc está cotada na Bolsa de Valores de Londres.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited está licenciada e autorizada a oferecer serviços de jogos e apostas online nos termos das leis de Gibraltar (Licença para Jogo Remoto números 022 e 039) e não atesta a legalidade de tais serviços em outros países.
Nossos serviços no Reino Unido são operados pela 888 UK Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, licenciada e regulamentada pela Great Britain Gambling Commission (Comissão de Jogos de Aposta da Grã-Bretanha).
Nossos serviços nos estados membros da União Europeia (com exceção dos estados em que nossos serviços são fornecidos segundo uma licença local) são operados pela Virtual Digital Services Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A Virtual Digital Services Limited opera sob a proteção de uma licença de jogo fornecida segundo as leis de Gibraltar.
Nossos produtos de apostas são operados na Irlanda, pela 888 Ireland Limited, uma empresa incorporada em Gibraltar, licenciada pela Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal) da Irlanda.
Nosso endereço: 601-701 Europort, Gibraltar.
Encorajamos o jogo com responsabilidade e apoiamos a GamCare.