,

Os detalhes práticos de se tornar um profissional

Autor:
Font Size
A A A
como se tornar um profissional do pôquer Como o estilo de vida de um profissional do pôquer pode impactar sua vida? Veja Kara Scott e Rupert Elder

A maioria das pessoas vê a emoção do pôquer pela primeira vez em um programa de TV, mostrando um torneio famoso ou uma mesa de apostas altas. Outros podem ser apresentados ao pôquer em uma noite de festa ou em um “jogo em casa” na faculdade. Independentemente de como você ouviu falar do pôquer pela primeira vez, não é absurdo supor que praticamente todo novo jogador tem (ou já teve) uma ambição oculta, bem lá no fundo, de ganhar somas incríveis jogando pôquer.

Quem não aproveitaria a oportunidade de ir do amador para o profissional em um instante?

Embora tornar-se um jogador de pôquer milionário seja uma aposta com poucas chances que até mesmo alguns dos melhores profissionais querem fazer, não é impossível viver estritamente de jogar pôquer. Quer seja lucrando nas mesas a dinheiro ou vencendo torneios, jogando ao vivo ou on-line, é possível tornar-se um jogador de pôquer profissional que consegue se bancar jogando este jogo de cartas popular.

Vamos discutir o que é realmente necessário para se “tornar profissional” e fazer das mesas um modo de vida em tempo integral.

O que é preciso?

Antes de entrarmos nas partes empolgantes de se “tornar profissional”, sejamos honestos por um minuto. Ser um profissional do pôquer não se resume simplesmente a diversão e jogos. Embora os programas de TV e alguns vídeos sobre certos jogadores famosos tenham glorificado o estilo de vida de um profissional, a realidade é que pode ser exaustivo.

Neste eBook, vamos supor que as áreas de sua vida possam ser divididas em três partes distintas:

  1. Relacionamentos
  2. Saúde
  3. Prosperidade

Não há outro caminho: o pôquer pode ser um jogo viciante. Se você acabar chegando ao nível profissional do jogo, poderá ser bem fácil dedicar tanto tempo a ele que as outras áreas de sua vida começarão a sofrer. Qualquer coisa em excesso pode afetar seu bem-estar e o pôquer não é uma exceção à regra. 

  1. Relacionamentos

O pôquer pode ser bem prejudicial quando se trata de permitir que você leve uma vida social normal e saudável. Como grande parte do seu tempo será passada nas mesas, pode ser difícil encontrar tempo para os amigos e outras atividades fora do pôquer.

Por esse motivo, muitos de seus amigos serão outros jogadores de pôquer. Você poderá discutir mãos com eles, conversar sobre futuros torneios, ver como estão indo no jogo etc. No geral, você poderá se conectar a eles em vários níveis (dentro e fora da mesa de pôquer), pois estão profundamente consumidos pelo mesmo interesse: o pôquer.

Entretanto, embora possa estar fazendo novas amizades no jogo, também é importante levar em consideração o efeito que jogar pôquer terá em seus relacionamentos com a família e/ou sua companheira ou companheiro.

Por exemplo, os finais de semana (momento em que as famílias normalmente passam juntas) são o horário nobre dos jogadores de pôquer, pois é quando há mais peixes (jogadores inexperientes) jogando e também quando os maiores torneios semanais são realizados.

Além da disponibilidade nos fins de semana provavelmente causar alguns problemas nos relacionamentos, não ter horário definido para os profissionais jogarem também pode ser prejudicial (porque eles podem simplesmente levantar e sair a qualquer momento). Por exemplo, se uma mesa a dinheiro está repleta de peixes ou se você está indo bem em alguns torneios, realmente não pode (e não deve) parar de jogar. Portanto, pode ser especialmente difícil planejar atividades em família e garantir que poderá se divertir com eles.

Acrescente a isso o fato de que você pode viajar muito ou frequentemente passar muito tempo no cassino à noite, se for um grinder (jogador que se arrisca pouco) dos jogos ao vivo. Fica bem claro que pode ser especialmente difícil passar um tempo com as pessoas importantes da sua vida, como sua companheira ou companheiro.

É por isso que, para levar uma vida equilibrada, é importante reservar um tempo fora do jogo para conversar, fazer visitas e interagir com familiares e velhos amigos fora do pôquer. Talvez você possa dedicar um dia inteiro ou algumas noites por semana em que não jogará pôquer e poderá passar algum tempo com a família.

É bem fácil ser “engolido” pelo pôquer, mas também é importante poder se afastar dele e fazer uma pausa ocasionalmente.

  1. Saúde

Os jogadores de pôquer podem facilmente acabar levando um estilo de vida bastante sedentário. Eles se sentam, jogam por horas a fio, comem, continuam jogando ainda mais e, no final, chamam isso de dia. Portanto, com o pôquer sendo semelhante a um escritório estereotipado, em que os funcionários geralmente ficam sentados à mesa o dia todo, é importante fazer intervalos regulares. Levante-se. Caminhe. Respire um pouco de ar fresco.

E, o mais importante, ter uma dieta apropriada e exercitar-se regularmente é essencial quando o assunto é "saúde" para um jogador de pôquer. É fácil para qualquer um comer alimentos não saudáveis e negligenciar os exercícios, especialmente para os jogadores de pôquer. Junte as longas horas que provavelmente passará jogando diariamente e as viagens periódicas de uma cidade para outra que fará para os torneios ao vivo e jogar pôquer aparentemente se tornará uma profissão que com certeza prejudicará sua saúde física e mental.

Mas, você deve abandonar esses estereótipos e perceber que pode (e deve!) nutrir corpo e mente devidamente para que seu desempenho alcance o potencial máximo e possa prosperar nas mesas.

Ter uma vida saudável no pôquer envolve separar tempo para exercitar-se diariamente (corrida, caminhada, academia etc.) e também alimentar-se saudavelmente, para que seu cérebro não se torne "imprestável", fazendo com que se sinta sempre lento, deteriorando-se a ponto de ter uma tomada de decisão no pôquer abaixo da ideal.

  1. Prosperidade

Enquanto os jogadores de pôquer profissionais vivem do jogo e dele tirem seus ganhos anuais, as dificuldades em termos de crescimento e gestão do saldo diário podem ser bem irritantes! Imagine ter um trabalho “normal”, mas não saber se será pago no fim do dia... ou da semana... ou do mês... ou até mesmo do ano. Pode ser uma situação bem estressante de se lidar. Não parece uma situação divertida de se enfrentar, não?

Você está absolutamente certo, não é. Mas essa é a vida de um profissional do pôquer e, sendo um aspirante a profissional do pôquer, você terá que aprender a lidar com os altos e baixos sem perder o equilíbrio. Mesmo que tenha um conjunto incrível de técnicas e faça as melhores jogadas em cada situação, a variância ainda pode derrotá-lo, fazendo com que perca rapidamente o dinheiro ganho com dificuldade.

Como vê, sempre que os elementos sorte e variância entram na equação, toda a segurança e o progresso constante saem pela porta. É claro que você pode reduzir essa variância implementando certas estratégias e estilos de pôquer em sua jogabilidade (ou seja small ball (manter o pote quase sempre pequeno e sob controle)). Você pode utilizar estratégias testadas e confiáveis para vencer no pôquer, que resistiram ao tempo; mas, no fim do dia, mesmo que sempre consiga lucrar, as marés de azar podem (e irão) surgir. Esses declínios podem fazer você se sentir devastado e deprimido, forçando-o a aceitar a dura realidade de esgotar sua renda, seu tempo, sua energia e qualquer saldo reserva.

Essencialmente, desde que você seja um jogador vencedor, ganhos consistentes não serão difíceis de conseguir e manter em longo prazo. Mas, mentalmente, pode ser desgastante lidar com a perda de algum dinheiro que teria usado em sua alimentação ou para pagar o aluguel.

Lidando com isso mentalmente

Até os melhores jogadores de pôquer do mundo têm marés de azar. Mas é como eles lidam com essas marés que define se são verdadeiramente profissionais ou meramente amadores promissores.

"O maior fator exigido de um
jogador de pôquer profissional é a resiliência mental."

Portanto, o maior fator necessário para ser um jogador de pôquer profissional é a resiliência mental. Esse atributo é algo que raramente é mencionado em outros materiais de treinamento de pôquer amplamente disponíveis.

Os coaches e mentores de pôquer podem conversar frequentemente sobre estratégias para vencer no pôquer ou dicas para se viver um estilo de vida saudável no pôquer. E, sim, tudo isso é muito importante em pleno direito para ser um profissional do pôquer de sucesso. (Na verdade, é sobre isso que falaremos nos últimos capítulos do eBook.)

Mas, o maior fator determinante de seu sucesso como jogador de pôquer (e também uma diferença substancial entre amador e profissional) vem da percepção de se você possui as qualidades certas para se tornar um jogador de pôquer profissional. Se você não as tiver, concentrar-se no desenvolvimento delas será sua prioridade

Com certeza, você já deve saber e aplicar a estratégia de pôquer ideal à sua jogabilidade, mas o que acontece quando começa a deixar as emoções ditarem suas linhas de jogo? Como reagir quando entra naquelas marés de azar? O que acontece quando começa a perder o saldo que trabalhou tanto para conseguir?

Você mantém uma atitude calma, serena e focada nessas situações difíceis? Ou você parte para as apostas mais altas e tenta recuperar suas perdas, tomando decisões equivocadas e perdendo ainda mais dinheiro?

Portanto, jogabilidade a parte, é a atitude mental dos jogadores de pôquer que dita o sucesso deles em longo prazo. Tais qualidades e traços de personalidade dos profissionais do pôquer podem incluir (sem se limitar a isso):

  • Paciência
  • Disciplina
  • Controle emocional
  • Objetividade
  • Percepção

No outro extremo, características da personalidade que podem ser prejudiciais a uma carreira de sucesso no pôquer podem incluir:

  • Ser voltado para resultados
  • Instabilidade emocional
  • Irritabilidade
  • Desatenção
  • Ser um “apostador com problemas”
  • Alguém que jogue por “impulso”

Se acha que algum desses traços de personalidade descreve você quando joga pôquer, esforce-se nos próximos meses para reduzi-los e eliminá-los. Tente cultivar as características mais positivas listadas acima.

No geral, haverá com certeza uma curva de aprendizado à medida que descobrir a estratégia de ganhos e dicas para um jogo de sucesso, mas é importante manter uma atitude vitoriosa como a influência mais importante para o sucesso duradouro.

Não deixe as emoções conduzirem seu jogo

O “tilt” é um problema muito como entre jogadores de pôquer. Em suma, é uma mentalidade emocionalmente instável que pode frequentemente ocorrer depois de uma jogada sem sorte ou de uma derrota em uma mão de pôquer, Ele faz os jogadores agirem irracionalmente, levando-os a tomar decisões não ideais para vencer no pôquer.

Embora o tilt seja algo que afete mais os amadores, os profissionais também podem sofrer o "tilt" às vezes, o que pode ser especialmente perigoso quando estão jogando com dinheiro da renda anual. Portanto, ter uma base sólida para mentalidade e atitude de pôquer saudáveis e vitoriosas é o maior pré-requisito para um jogador de pôquer profissional.

Os jogadores que desejam pular do amador para o profissional também devem procurar ter um conjunto de técnicas suficientemente bom para o jogo. Ter estatísticas de ganhos ao longo de um bom período de tempo e um saldo suficientemente grande pode ajudar a neutralizar e equilibrar a variância que enfrentarão pelo caminho.

Abordaremos com mais detalhes esses outros pré-requisitos no próximo capítulo; mas, primeiramente, vamos discutir rapidamente por que o pôquer é um jogo em que é possível vencer.

Por que é possível vencer no pôquer?

Você provavelmente já deve ter ouvido a frase “a casa sempre ganha”. Embora isso seja verdade no caso do pôquer (por causa do rake e das taxas de torneio envolvidos), por que alguns jogadores ganham em longo prazo em relação a outros jogos do cassino?

O motivo é que o pôquer é um jogo de “jogador x jogador”. Praticamente todas as outras formas de aposta é “jogador x cassino (a casa)”.

Quando se tem um jogo de “jogador x cassino”, o valor esperado (ou EV) sempre favorece um pouco mais o cassino. Veja a Roleta, por exemplo. A maioria das pessoas acha que se apostar no vermelho ou preto terá 50% de chance de ganhar ou perder. A verdade é que a chance é de cerca de 48,6% e o motivo dessa pequena diferença é a casa verde com o número “0”. A adição dessa casa quer dizer que o cassino, na verdade, ganha cerca de 52% do tempo, significando que, em longo prazo, eles sempre ganharão mais dinheiro que os jogadores.

Em um jogo de “jogador x jogador” como o pôquer, é certamente possível obter lucro em longo prazo, mesmo com o rake e as taxas do cassino. Os jogadores tomam decisões e ditam o próprio EV a cada mão contra outros jogadores, os quais também tomam as próprias decisões. Muitas vezes, os jogadores têm certas tendências que os outros jogadores podem perceber e explorar em benefício próprio.

Sim, o elemento sorte sempre estará envolvido no pôquer. Mas ele é um jogo em que se pode escolher como jogar contra outras pessoas e tomar decisões +EV a cada mão com base em um pensamento lógico e seguro. Portanto, o pôquer é com certeza um dos poucos jogos do cassino (se não for o único jogo do cassino) em que é muito possível vencer em longo prazo.

Tipos de jogadores de pôquer

Nesta seção, vamos abordar resumidamente os 3 tipos diferentes de jogadores de pôquer.

Amador

Um jogador de pôquer amador é alguém que joga pôquer principalmente para fins de recreação e entretenimento. Os amadores podem ser jogadores que ganham ou perdem, em longo prazo, mas uma coisa é certa: a fonte de renda principal deles não é o pôquer.

O nível de experiência dos amadores encaixa-se em qualquer lugar entre o novato e o bem experiente. A maioria dos jogadores que compõe essa categoria joga microapostas on-line ou as apostas menores no jogo ao vivo. Entretanto, ocasionalmente, é possível encontrar “peixe” jogando os jogos de aposta maior também. Na sala de pôquer, os amadores normalmente são chamados de “peixe” ou “baleia”, pois normalmente jogam um estilo explorável de pôquer, permitindo que os "tubarões" mais habilidosos os devorem.

Alguns exemplos de alguns amadores famosos incluem:

  • Guy Laliberté (fundador do Cirque du Soleil, jogador de apostas altas)
  • Bill Perkins (empresário bilionário, jogador de apostas altas)

Semiprofissional

Um jogador de pôquer semiprofissional é alguém que tem outra fonte de renda principal fora do pôquer, mas que, simultaneamente, ganha um salário decente jogando pôquer. Independentemente do tamanho de seus ganhos, eles não contam exclusivamente com o pôquer para se bancarem mensalmente.

Os semiprofissionais normalmente jogam entre 2 a 6 horas por dia, com a maior parte das horas jogando nos "fins de semana", os dias em que estão de folga do trabalho diário "normal".

Exemplos populares e reais de pessoas que jogam pôquer semiprofissionalmente são difíceis de encontrar, mas essa categoria normalmente é composta, entre outros, dos seguintes tipos de pessoas:

  • Alunos de faculdade
  • Grinders de microapostas
  • Grinders de apostas baixas (com horários reduzidos)

Profissional

Um jogador de pôquer profissional é alguém que joga pôquer como meio de vida, o que quer dizer que seus ganhos são sua única (ou principal) fonte de renda anual. Eles provavelmente têm saldos grandes o suficiente para se bancarem nos meses de perdas, pois a variância pode ser cruel até com os melhores jogadores.

Os profissionais podem jogar on-line; podem jogar em um salão de jogos ou cassino local; podem viajar o mundo para jogar em alguns dos torneios de pôquer mais famosos que puderem pagar. Independentemente do local, eles são os melhores jogadores que o jogo de pôquer tem para oferecer e são, quase certeza, jogadores vencedores em longo prazo. Eles gostam de definir o próprio horário de "trabalho" e podem viver uma vida coerente com o estilo de vida típico de um "profissional do pôquer".

Exemplos de profissionais famosos incluem:

  • Phil Hellmuth
  • Phil Ivey
  • Chris Moorman
  • Dominik Nitsche
  • Erik Seidel

Para concluir

Para encerrar, este capítulo nos ensinou que o pôquer é um jogo em que é possível vencer. Os principais aspectos de se tornar profissional (e poder lucrar com isso) é concentrar-se em sua resiliência mental e no controle emocional, dentro e fora das mesas.

Entretanto, há outros pré-requisitos e considerações de jogabilidade que você deve levar em conta para que jogar pôquer torne-se lucrativo e uma carreira de sucesso. Veremos os detalhes práticos de se tornar profissional no próximo capítulo.

Achou isto interessante?    

Obrigado por nos ajudar a melhorar.

     

Copyright 2002 - 2017 Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited., subsidiária integral da 888 Holdings plc.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited foi estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A 888 Holdings plc está cotada na Bolsa de Valores de Londres.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited está licenciada e autorizada a oferecer serviços de jogos e apostas online nos termos das leis de Gibraltar (Licença para Jogo Remoto números 022 e 039) e não atesta a legalidade de tais serviços em outros países.
Nossos serviços no Reino Unido são operados pela 888 UK Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, licenciada e regulamentada pela Great Britain Gambling Commission (Comissão de Jogos de Aposta da Grã-Bretanha).
Nossos serviços nos Estados-membros do Mercado Comum Europeu (com exceção dos Estados em que nossos serviços são fornecidos segundo uma licença local) são operados pela Virtual Digital Services Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A Virtual Digital Services Limited opera sob a proteção de uma licença de jogo fornecida segundo as leis de Gibraltar.
Nossos produtos de apostas são operados na Irlanda, pela 888 Ireland Limited, uma empresa incorporada em Gibraltar, licenciada pela Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal) da Irlanda.
Nosso endereço: 601-701 Europort, Gibraltar.
Encorajamos o jogo com responsabilidade e apoiamos a GamCare.