O 888Poker se aventurou para escolher os 12 melhores jogadores de poker de todos os tempos. Acompanhe a gente nessa jornada e veja se você concorda ou discorda com nossas escolhas.

Escolher os melhores jogadores de poker de todos os tempos não é uma tarefa fácil. Com certeza, temos uma grande quantidade de jogadores que se destacaram tanto do ponto de vista histórico, quanto do ponto de vista do jogo moderno.

O critério poderia cobrir alguns pontos principais: grandes títulos, ganhos em dinheiro ou longevidade - a lista poderia continuar e continuar. Tendo isso em mente, aqui está uma análise sobre os 12 dos melhores jogadores da história, sem nenhuma ordem em particular.

Confira nossa série sobre os melhores jogadores de poker de todos os tempos.

Os 12 melhores jogadores de poker são:

1. Justin Bonomo - ZeeJustin
2. Doyle Brunson – Texas Dolly
3. Johnny Moss – Grandfather of Poker
4. Phil Hellmuth – The Poker Brat 
5. Phil Ivey – The Tiger Woods of Poker
6. Stu Ungar – The Comeback Kid
7. Daniel Negreanu – Kid Poker
8. Erik Seidel – Sly
9. Bryn Kenney – Mega Crusher
10. Stephen Chidwick – stevie444
11. Dan Smith – Cowboy Dan
12. Fedor Holz – CrownUpGuy


1. Justin Bonomo – ZeeJustin

Uma força dominante no jogo moderno, Bonomo lidera o ranking geral de ganhos em dinheiro com $44,6 milhões. Seus ganhos não só vêm de torneios de alto nível e com muito dinheiro em jogo, mas também contra os melhores adversários.

Em junho de 2018, ele ganhou o Campeonato Heads-Up No-Limit Hold'em de US$10.000 no World Series of Poker (WSOP) para embolsar US$ 185.965. Título que resultou em seu segundo bracelete do WSOP, vindo apenas dias depois de ganhar o Super High Roller Bowl de US$300.000 para embolsar US$ 5 milhões.

Se esses números ainda não foram suficientes, após levar o bracelete, a sensação do poker de 33 anos de idade ganhou mais um. Bonomo venceu o Big One for One Drop de US$1 milhão no WSOP e faturou US$ 10 milhões.
Este ano, até abrin de 2019, seus ganhos já superaram US$1,1 milhão pois ele continua se destacando nas mesas.

Com uma inteligência apurada para o poker, Bonomo encontra o sucesso contra alguns dos melhores jogadores do mundo. No um-contra-um, Bonomo parece quase invencível e já ganhou 18 grandes torneios desde 2016.

Essa série de vitórias também inclui várias outras aparições em finais. Com certeza, ele não é um jogador que você queira enfrentar.

2. Doley Brunson – Texas Dolly

Quando se trata de desafiar os limites do tempo, Brunson é insuperável. Aos 85 anos, ele ainda joga em alguns dos maiores jogos a dinheiro do mundo. Sua proeza em jogos a dinheiro inclui lições aprendidas com os antigos jogos de estradas no Texas e jogos com quantias altíssima nas mesas em Las Vegas. O sucesso de Brunson em torneios também é sem igual para a maioria – tem seu destaque pelos 10 braceletes do World Series of Poker conquistados, incluindo o Main Event duas vezes, em 1976 e 1977.

Em 2018, Brunson chegou até a fazer uma final do WSOP aos 84 anos de idade. Sua longa carreira no poker também inclui um recorde como o vencedor mais velho de um evento do World Poker Tour, quando ele ganhou o Legends of Poker no Bicycle Casino em 2004, aos 71 anos.

Figura constante nos jogos a dinheiro televisionados, Brunson é um dos jogadores mais reconhecidos no poker. Seus ganhos em torneios na carreira giram em torno de US$ 6,2 milhões e podem ser ínfimos em comparação com seus ganhos em jogos a dinheiro. Seu instinto para o poker vem de uma mente afiada, um feeling nato para o jogo, e de ver milhares de mãos.

Além de ser um jogador de alto nível, Brunson é um aclamado autor e o seu livro de estratégia de poker, Super/System: Um Curso em Power Poker revolucionou o jogo. Ele tem uma inteligência rápida e é figura frequente no Twitter.

Um ídolo para muitos e um cavalheiro na mesa, Brunson entrou para o Hall da Fama do Poker em 1988.

3. Johnny Moss – O Avô do Poker

Embora o poker tenha progredido imensamente desde os dias iniciais do WSOP, Moss foi obviamente considerado um dos melhores jogadores nas mesas. Havia apenas sete jogadores naquele primeiro evento no Binion's Horseshoe em 1970, mas seus colegas votaram em Moss como campeão.

Um ano depois, um novo formato do torneio foi introduzido. Moss também ganhou naquele ano e acrescentou seu terceiro título no Main Event em 1974. Moss terminou sua carreira no poker com nove braceletes do WSOP e $1,25 milhões em ganhos em torneios.

Como Brunson, Moss era um jogador de estrada no Texas, e seus ganhos em dinheiro são desconhecidos. No entanto, ele fez uma carreira estelar nas mesas, quando encontrou uma grande ação monetária não foi tão fácil como é agora.

Moss foi imortalizado no Hall da Fama do Poker em 1979 e faleceu em 1995, aos 88 anos. Alguns dos precursores do jogo e seus contemporâneos o lembram como um competidor aguçado que não tinha medo de ser agressivo.

4. Phil Hellmuth – O Poker Brat

Ame-o ou odeie-o, uma habilidade significativa é necessária para ganhar 15 braceletes do WSOP e acumular quase 23 milhões de dólares em ganhos em torneios. Hellmuth é também a única pessoa a ter ganho um título do Main Event do WSOP (1989) em Las Vegas e um Main Event do WSOP (2012) na Europa. Em 1993, Hellmuth teve um verão espetacularmente agradável, ganhando três braceletes.

No WPT, Hellmuth tem cinco participações em finais. Ele ainda não tem seu nome na Champions Cup, mas chegou perto em 2017 quando terminou em segundo lugar no Legends of Poker no Bicycle Casino. Nos últimos anos, um título do WPT se tornou um de seus objetivos.

Junto com seus títulos e ganhos, Hellmuth é autor de vários livros best-sellers e uma figura constante em jogos a dinheiro televisionados. Atitude na mesa à parte, o "Poker Brat" (O Malcriado do Poker) continua sendo não apenas um dos maiores nomes do poker, mas também um dos rivais mais duroscom uma visão de jogo brilhante.

5. Phil Ivey – O Tiger Woods do Poker

Crescendo no cenário do poker de Atlantic City, Ivey jogava regularmente até 15 horas por dia em jogos no Taj Mahal e no Tropicana com uma identidade falsa. Inspirado pelos jogadores que ganhavam a vida no jogo, Ivey levava o jogo a sério e mantinha um diário dos jogadores, das mãos e das situações para afinar seu jogo.

Aos 21 anos de idade, a sua primeira grande vitória veio no primeiro Jack Binion World Poker Open, onde embolsou US$ 53.297. Em maio de 2000, ele ganhou seu primeiro bracelete do WSOP aos 23 anos de idade, com um prêmio de US$ 195.000. Mais mesas finais e vitórias vieram nos anos seguintes. Em 2002, ele teve um verão monstruoso no WSOP, ganhando três braceletes - selando sua reputação como o melhor jovem jogador no poker.

Quando o World Poker Tour estreou em 2003, Ivey também encontrou sucesso lá. Ele terminou como vice-campeão para a lenda do poker Dave "Devilfish" Ulliot no primeiro Campeonato WPT, embolsando US$ 290.130. De 2002 a 2007, ele teve oito participações em mesas finais, com uma vitória no L.A. Poker Classic que valeu US$ 1,6 milhão.

Após dominar o jogo durante anos, Ivey agora tem mais de US$ 26 milhões em ganhos em torneios ao vivo, é um jogador regular em jogos a dinheiro com altas apostas e tem 10 braceletes do WSOP.

Ele é um competidor feroz e é muito respeitado e admirado por seus pares.

6. Stu Ungar – O Comeback Kid

Uma das histórias mais tristes do poker, Ungar era imensamente talentoso nas mesas, mas lutava contra seus próprios demônios no jogo da vida. Um dos únicos dois jogadores a ter ganho o Main Event do WSOP três vezes, junto com Moss, ele também foi um dos únicos quatro jogadores a ganhar o título de forma consecutiva, junto com Moss, Brunson, e Johnny Chan.

Um estelar jogador de gin rummy, ele mais tarde fez a transição para o poker e tinha talento natural para o jogo. Em 1980, ele se tornou o jogador mais jovem a ganhar o Main Event na época.

Ungar ganhou novamente o Main Event em 1981 e também em 1997. Em novembro de 1998, ele foi encontrado morto em um hotel barato em Las Vegas. A causa da morte foi um problema cardíaco atribuído ao uso contínuo de drogas. Ele praticamente não tinha dinheiro e os amigos se empenharam para financiar seu funeral.

Depois de terminar sua carreira com US$ 3,7 milhões em ganhos em torneios e cinco braceletes WSOP, Ungar foi admitido postumamente no Hall da Fama do Poker em 2001. Amigos e contemporâneos têm na memória um jogador que tinha sexto sentido para as cartas e que fez uso de jogadas agressivas para atropelar seus adversários.

7. Daniel Negreanu – Kid Poker

Em segundo lugar, somente atrás de Bonomo, na lista mais ganhos em dinheiro na carreira, Negreanu é o maior nome no poker e um dos jogadores mais vencedores da história. Em mais de duas décadas, o "Kid Poker" acumulou quase $40 milhões em ganhos em torneios ao vivo. Isso inclui vitórias em alguns dos maiores estágios do jogo - o WSOP, WPT e os principais jogos a dinheiro televisionados.

Com uma habilidade única de deduzir as cartas de seus adversários, Negreanu se tornou um dos favoritos dos fãs não apenas por suas habilidades na mesa, mas também por sua personalidade sociável. Negreanu tem inúmeros destaques na carreira, e isso inclui a conquista de cinco braceletes WSOP e dois títulos no WPT. Ele tem a distinção de ganhar o prêmio de Jogador do Ano do WSOP 2004 e o mesmo título no WPT em 2004-05 (Temporada III).

Sempre rápido com uma opinião, Negreanu tem sido uma das vozes mais proeminentes no jogo. Isso inclui uma presença multimídia substancial através de vlogs, podcasts, mídias sociais e muito mais.

Ele pode ser visto muito na mídia, mas Negreanu é mais do que apenas uma personalidade. Suas habilidades na mesa o tornam um dos melhores.

8. Erik Seidel – Sly

Depois de dominar o poker durante anos, mesmo antes do boom do poker, este nova-iorquino passou a jogar nas maiores apostas imagináveis na nova era do jogo. Seidel sempre teve uma mente aguçada para os jogos e cresceu jogando gamão. Enquanto trabalhava como investidor no mercado de ações, Seidel começou a procurar ação como jogador no Mayfair Club em Nova York. O famoso clube foi a inspiração para o filme Rounders e também recebeu jogadores famosos como Howard Lederer, Stu Ungar, Dan Harrington e outros.

De fato, Seidel até apareceu em Rounders, na mão final que ele jogou no Main Event do WSOP de 1988, no qual ele terminou em segundo lugar. Esse foi seu primeiro grande torneio - nada mau para um recém-chegado e possivelmente um sinal do sucesso que estava por vir. Em 1992, ele ganhou seu primeiro bracelete em um evento NLHE de US$2.500 para embolsar US$168.000. Seu bracelete mais recente veio em 2007, quando ganhou o campeonato No Limit 2-7 Lowball de $5.000, ganhando US$ 538.835. Em 2008, Seidel conquistou um título no WPT ao ganhar o Foxwoods Poker Classic junto com US$ 992.890.

Seidel continua a ganhar em alguns dos maiores palcos do poker e pode ser encontrado regularmente em eventos de muito dinheiro. Em 2020, Seidel ganhou novamente atenção da mídia por ser destaque no livro The Biggest Bluff, da autora best-seller Maria Konnikova. A autora não sabia nada sobre poker antes de encarar o desafio de aprender o jogo. Seidel serviu de treinador e Konnikova logo conseguiu uma grande vitória no PCA. Ela descreveu Seidel como um pouco de um homem renascentista.

"Ele pode ser o único profissional de poker que pode se orgulgar de ser membro da Academia de Música do Brooklyn, uma vontade de voar pelo país para ver Dave Chappelle fazer stand-up, ou um conhecimento quase enciclopédico das últimas novidades na cena culinária de Los Angeles a Manila", escreve Konnikova sobre seu mentor. "Sua curiosidade é genuína e sem limites, seu entusiasmo pela vida é totalmente contagiante”.

9. Bryn Kenney - Mega Crusher

Na primavera de 2020, este jogador de Nova Iorque não só entrou na lista, como também liderou o ranking de ganhos em dinheiro de todos os tempos com mais de US$ 56 milhões. Nascido em 1986, Kenney cresceu jogando o jogo de cartas Magic: The Gathering como vários outros grandes profissionais. Ele fez a transição para o poker e jogou o seu primeiro torneio em 2007. Seu primeiro ganho de seis dígitos veio no Main Event do WSOP 2010, onde ele ficou em 28º lugar e recebeu US$ 255.242. Muitos outros ganhos enormes viriam depois com vitórias no EPT, no Masters Classics of Poker, no WPT high rollers e muito mais.

Em 2014, Kenney ganhou seu primeiro bracelete do WSOP em um evento de US$ 1.500 de 10 jogos, recebeu US$153.220 e chegou perto de outro um ano depois com um segundo lugar em Las Vegas. Seu primeiro ganho de sete dígitos veio no PCA em 2016, ganhando um Super High Roller de US$ 100 mil para receber US$ 1,7 milhão. Kenney faz parte de um novo tipo de jogadores felizes por jogarem em alguns dos maiores eventos. Ele é um frequentador regular da cena high roller do Aria com um bom histórico de grandes ganhos.

Após a pontuação do PCA, ele conseguiu um ganho de US$1,4 milhão no mesmo ano em um Triton Super High Roller. Em 2017, ele anotou um par de vitórias no High Roller do PCA, onde ganhou US$1,4 milhão, e depois conquistou outro título em um Super High Roller de US$ 100 mil em Mônaco, onde embolsou US$ 1,9 milhão.

Esse tipo de consistência em apostas grandes contra alguns dos melhores do jogo continuou. Em 2019, ele ganhou um par de eventos Triton high rollers e recebeu um total de US$3,1 milhões. No mesmo ano, ele terminou em segundo lugar em um evento insano em Triton de £1 milhão e recebeu um cheque de  US$20,5 milhões. Quando o assunto é Kenney, estamos falando de habilidades enormes e contracheques enormes.

10. Stephen Chidwick - stevie444

Vindo da Inglaterra, da cidade de Deal, na costa sudeste do país, onde o Mar do Norte e o Canal da Mancha se encontram, Chidwick tem sido um dos jogadores de cartas de maior sucesso nos últimos anos e está entre os 10 melhores da lista de ganhos em dinheiro de todos os tempos. Nascido em 1989, Chidwick começou sua carreira nas mesas online e teve seu primeiro grande ganho em 2009, após terminar em segundo lugar em um evento em que recebeu US$142.000. 

Chidwick também começou a jogar em torneios ao vivo em 2008, com sua primeira vitória em um evento PCA de US$ 1.000 para embolsar US$ 88.760. Seu primeiro ganho de seis dígitos veio em 2011, no WSOP, onde ele ficou em quarto lugar em um evento Pot Limit Hold'em de US$10.000 e ganhou US$198.927. Nos anos seguintes, mais ganhos grandes vieram. Em 2013, Chidwick terminou em terceiro lugar em um evento EPT de 5.300 euros e ganhou US$ 517.992.

As grandes pontuações e as aparições em mesas finais continuaram, e ele se tornou um frequentador regular da cena dos grandes apostadores. Em 2017, ele ganhou um evento de 25.500 euros em Barcelona para receber US$ 813.144 e, em seguida, terminou em segundo lugar e terceiro lugar para embolsar um total de US$ 2,6 milhões de dólares no mesmo evento um ano depois. Em 2019, ele conquistou um bracelete do WSOP também, vencendo outro evento de grandes apostas de US$ 25 mil  dólares para receber US$ 1,6 milhão. Chidwick continua sendo um dos melhores jogadores do mundo e trabalha para melhorar suas habilidades para permanecer no topo de seu jogo.

"Você sempre quer, como jogador de poker, ser desprovido de emoção e apenas calcular, pensar nas mãos e jogar o melhor que puder", disse ao PokerNews antes de sua vitória no WSOP. "Mas, definitivamente, quanto mais perto você chega do bracelete, mais difícil fica de manter o que você vai dizer na entrevista de vencedor, e todas essas coisas, fora de sua mente. Eu apenas tento me concentrar nas cartas e em cada mão que vem, até que eu tenha todas as fichas".

11. Dan Smith - Cowboy Dan

Este jogador originalmente de Nova Jersey se tornou um dos jogadores mais vitoriosos da história. Como muitos jogadores, Smith abandonou a faculdade em 2007 para seguir no poker em tempo integral. Sua primeira grande vitória em um torneio aconteceu em 2008 quando ele conquistou um título do Heartland Poker Tour de US$1.650 e ganhou US$ 101.960. Em 2012, ele conquistou o Aussie Millions quando ganhou o Desafio de US$ 100.000 e embolsou US$ 1 milhão. Naquele mesmo ano, ele destruiu no EPT Monte Carlo e ganhou três eventos para embolsar US$ 521.580.

Em agosto de 2012, Smith ganhou outro evento do EPT em Barcelona, com prêmio de US$ 1,2 milhão. Um ano mais tarde, ele registrou outra marca enorme ao vencer o WPT Five Diamond World Poker Classic no Bellagio, com prêmio de US$1,2 milhão. Ganhos de seis e sete dígitos se tornaram a norma para este jogador que agora vive em Las Vegas. Até junho de 2020, Smith tinha US$ 33 milhões em ganhos em torneios ao vivo. Além de suas habilidades e ganhos, Smith também trabalha em vários esforços de caridade. Ele criou o Double Up Drive como um meio para os jogadores de poker doarem aos necessitados e a outras causas.

"A iniciativa realmente bombou", disse Smith ao WPT.com. "Acho que ela é totalmente abraçada pelos jogadores de poker, e eu recebi muito apoio. Stephen Chidwick é um de nossos grandes parceiros este ano. É realmente especial para mim motivar alguém, e motivar as pessoas com suas carteiras é ótimo".

12. Fedor Holz – CrownUpGuy

Ganhos de milhões de dólares se tornaram um modo de vida para este fenômeno do poker alemão. Jogador online dominante, Holz conquistou muitas vitórias nos anos 2010, incluindo um campeonato de US$ 1,3 milhão em um torneio online, e foi considerado um dos melhores jogadores online do mundo.

Holz também encontrou muito sucesso nas mesas de poker ao vivo. Isso inclui terminar em 25º lugar no Main Event do WSOP em 2015, ganhando US$ 262.574. Grandes eventos de buy-in também têm sido bons para Holz. Ele ganhou um Triton Super High Roller, embolsando US$ 3,1 milhões em 2016 e, em seguida, no mesmo ano, ficou em segundo lugar no Super High Roller Bowl, ganhando mais US$ 3,5 milhões. Seu bracelete do WSOP veio em grande estilo também em 2016. Depois de vencer o torneio Big One for One Drop de US$ 111.111, Holz levou para casa US$ 5 milhões.

"Joguei muito poker online, então acho que entendo muito bem a variação", disse Holz à revista Card Player sobre seu incrível ano de 2016. "Acho que estou em uma fase que só vai acontecer uma vez, pelo menos para mim, e só estou tentando apreciar e aproveitar meu tempo enquanto ele dura".

Em 2019, Holz até ganhou até aquele Big One quando terminou em segundo lugar na versão de US$ 1 milhão do torneio - ganhando um pagamento gigantesco de US$ 6 milhões. Um jogador profundamente analítico e com foco profundo, Holz é outro jogador moderno que passou do sucesso online para o sucesso em eventos ao vivo e acumulou quase US$ 33 milhões de dólares até 2020. O CrownUpGuy certamente se tornou parte da realeza do poker.

Todos têm uma opinião sobre quem são os melhores jogadores de poker e, sem dúvida, sempre haverá muitas discordâncias.

Mas esta lista oferece alguns dos grandes nomes do jogo, do passado ao presente.
 

Related Content

Por Que Mais Mulheres Deveriam Experimentar O Poker!

Top 5 Filmes de Poker e jogos para ver na Netflix e na Amazon Prime Video

Guerra e Poker: A História do Jogo em Tempos de Guerra

Aprenda a jogar e ganhar no Poker de 3 Cartas

20 dos Jogadores Mais Ricos

Como jogar Strip Poker?

Quais os tipos de fichas de poker disponíveis no mercado e onde encontrá-las?

A idade é mais do que um número no WSOP?

888poker conversa com o Grinder

A realidade virtual é o futuro do pôquer?