Quão forte é a minha mão no pré-flop?

Font Size
A A A

Talvez tenhamos vindo aqui na expectativa de ver uma lista abrangente de todas as mãos iniciais no pré-flop apresentadas por ordem de classificação. O problema é que essa lista não existe.

Para dar um exemplo, imagine que você pode escolher entre as 3 mãos seguintes em uma situação all-in no pré-flop. Qual delas você escolheria?

Pode parecer uma escolha fácil para você, mas talvez não seja. As três mãos são fortes. Então, qual é a resposta certa?

Vai depender do que o nosso oponente tem. Vamos fazer alguns cálculos de equidade.

Se o nosso oponente tiver a Th9h, vamos preferir a AsKh.

Variação de mão Equidade
Th9h 39,87%
AsKh 60,13%

Podemos ver que somos o favorito aqui. O que é interessante, no entanto, é que se o nosso oponente tiver o 22, seremos um underdog.

Variação de mão Equidade
AsKh 47,35%
2d2h 52,65%

Será que isso significa que a 2d2h é a melhor mão das três? Não exatamente. Vejamos o que acontece se colocarmos a 2d2h contra a Th9h.

Variação de mão Equidade
Th9h 53,50%
2d2h 46,50%

Se alguma vez brincou de pedra, papel ou tesoura, é provável que esteja percebendo algumas semelhanças. Não há uma melhor mão definitiva entre as três, cada uma tem um ponto fraco.

Claro que poderíamos concluir que a AKo provavelmente foi a mão mais forte das três já que teve a vitória mais decisiva. Mas isso implicaria supor que a força de uma mão sempre se baseia em sua equidade do pote. Esta é uma suposição que instintivamente faz sentido e parece ter lógica, mas que na verdade não está correta.

Antes de analisá-la em mais detalhes, talvez seja um bom momento para fazer um resumo de todas as cartas fechadas disponíveis e praticar sua visualização em um quadro.

Mãos no pré-flop

Observe que o quadro de cartas fechadas abaixo está dividido em três seções diferentes. Isto pode parecer não ter muita importância agora, mas vai melhorar drasticamente a nossa leitura de mãos no futuro.

A linha verde diagonal que atravessa o centro do quadro representa todas as mãos de pares. Há seis combinações de cada par em mãos (incluindo naipes), com um total de 78 pares em mãos diferentes.

Do lado direito do quadro, temos as combinações do mesmo naipe das cartas fechadas marcadas em azul piscina. Cada quadrado representa quatro combinações (de naipes). Há 72 quadrados, portanto o resultado é um total de 286 mãos individuais.

Do lado esquerdo do quadro, temos as combinações de cartas que não são do mesmo naipe. Cada quadrado representa 12 combinações de mãos. Há 72 quadrados, portanto o resultado é um total de 864 mãos individuais.

Observe que há três vezes mais combinações de naipes diferentes de certas mãos do que as do mesmo naipe. Isto é, até certo ponto, importante para a leitura de mãos do pós-flop. É fácil cometer um erro ao olhar para o quadro acima de cartas fechadas e considerar que cada metade do quadro representa um montante equivalente de mãos, mas fica claro que este não é o caso.

Força relativa

Para indicar a força de uma mão no pré-flop em linhas bastante gerais, quanto mais para cima do quadro e quanto mais para a esquerda avançarmos, mais forte será a mão no pré-flop.

No entanto, há exceções consideráveis a esta regra geral, já que vimos que uma mão na parte inferior direita do quadro (como a 22) pode ser mais forte que uma mão na sua parte superior esquerda.

A força da nossa mão antes do flop depende do cenário e das situações diferentes em que possamos estar. Vejamos alguns exemplos.

A situação é importante!

Nós focamos essencialmente na força de uma mão inicial em relação a outra mão inicial antes do flop.

No entanto, o que nos permitirá tomar as melhores decisões antes do flop é a avaliação da força da nossa mão inicial em relação à variação do nosso oponente.

Há duas coisas sobre as quais devemos focar:

  • Posições
  • Ações

Imagine que estamos na BTN enfrentando uma UTG que abre para 3bb com montes efetivos de 100bb. Temos a AhTc

Esta é, na verdade, uma mão muito marginal neste ponto e o que se recomenda é simplesmente desistir.

Mas e se experimentássemos um pouco com as posições e fingíssemos que o nosso oponente está agora abrindo desde o cutoff?

Sua variação de abertura será quase duas vezes mais ampla e a ATo é realmente muito forte. É claramente uma defesa na maioria dos casos, por cold-calling ou 3betting (reaumento).

Um erro enorme cometido por jogadores é avaliar sua mão sem considerar sua posição ou a de seus oponentes. Podem dizer algo como “no pré-flop vou defender os 25% mais altos das mãos aconteça o que acontecer”

22+, A2s+, K8s+, Q9s+, J9s+, T8s+, 97s+, 86s+, 75s+, 65s, 54s, 43s, 32s, ATo+, KTo+, QTo+, JTo

(Observe que os 25% mais altos das mãos se parecem a isto - as variações do pré-flop às vezes são representadas neste formato e, portanto, será útil familiarizar-se com ele).

A ação também deve ser considerada. Vamos imaginar que a UTG faz seu open-raise de 3bb da UTG e nós decidimos reaumentar (3bet) com AcKd

Os nossos oponentes decidem colocar uma 4bet (repica). É importante entender que muitos jogadores não vão repicar (4bet) da UTG sem AA/KK. É extremamente improvável que a nossa AKo seja boa apesar de ser uma mão premium. É uma mão muito forte no sentido absoluto mas é rebaixada para uma mão marginal em relação à variação dos nossos oponentes quando levamos em conta a ação. A melhor opção aqui provavelmente é desistir.

Seja como for, vamos experimentar com as posições. Desta vez o CO abre, nós reaumentamos (3bet) e ele repica (4bet). A nossa AKo ficará muito melhor contra a variação mais ampla do CO e a melhor opção normalmente é encher com uma 5bet all-in para montes de 100bb.

Quanto mais tarde, melhor

Não é só a posição do nosso oponente que desempenha um papel importante na nossa tomada de decisão. Como referência aproximada, quanto mais ao final da mesa estiver a nossa posição, mais ampla é a variação com que podemos jogar.

É por isso que jogaríamos normalmente uma mão como a A7o da posição do botão quando o pote não está aberto, mas deveríamos imediatamente desistir dela estando na UTG.

Há algumas razões para isso. Uma é a posição. Quanto mais ao final da mesa for a nossa posição, menos serão os jogadores que poderão jogar depois de nós e menor a probabilidade de que um de nossos oponentes apareça com uma mão premium.

A segunda razão também tem tudo a ver com a posição. Certas posições na mesa têm uma probabilidade maior de poder jogar na posição depois do flop. O melhor exemplo disto é a BTN (posição do botão); independentemente do que acontecer antes do flop, sempre estaremos em posição pós-flop. Quando dizemos que "quanto mais ao final da mesa melhor", não nos referimos aos blinds. Embora o small blind aja depois do pré-flop do botão, sempre será um pós-flop fora da posição. Por esta razão, a small blind normalmente é considerada a pior posição na mesa.

Tipos de oponentes

As nossas variações de pré-flop devem mudar também dependendo dos jogadores na mesa. Um princípio geral é que podemos fazer uma aposta um pouco mais ampla quando há jogadores mais fracos na nossa mesa.

Por exemplo, somos a UTG com Ad7d e normalmente desistiríamos desta mão no pré-flop. No entanto, olhando para a mesa percebemos que há dois jogadores excepcionalmente fracos nas posições SB (small blind) e BB (big blind). Embora esta mão não seja uma open-raise padrão, podemos fazer uma exceção neste caso para tentar explorar os nossos oponentes mais fracos.

Outro princípio a considerar é que se o nosso oponente for um enorme calling station, vamos preferir mãos de alta equidade (Ax, Kx, etc.) a mãos especulativas (63s). Não vamos ter muito sucesso em conseguir que um calling station desista, mas isso não será um problema quando a nossa mão A-high ou K-high tiver a chance de ser a melhor mão. Passar uma mão 6-high contra um calling station não é uma boa ideia (sabemos que nunca vamos ganhar mas, ao mesmo tempo, não podemos blefar), então vamos preferir não apostar essas mãos pré-flop.

Supondo que o nosso oponente é realmente capaz de dar mãos pós-flop, então normalmente preferimos as apostas mais especulativas e de jogabilidade mais alta porque podemos efetivamente usá-las para um semiblefe.

Use a lógica

Vendo que é impossível simplesmente criar uma lista das cartas fechadas da mais forte à mais fraca, teremos que aceitar que o pôquer é um jogo onde a tomada de decisões é dinâmica.

O que pode ser uma boa mão pré-flop em uma situação, não necessariamente é uma boa mão pré-flop em outra.

O importante é certificar-nos de pensar racionalmente e usar a lógica da melhor maneira que pudermos quando tomamos decisões pré-flop. Focando cuidadosamente na nossa posição, na ação pré-flop, nos tamanhos dos montes e no tipo de oponentes que enfrentamos, deveríamos poder armar hipóteses bem fundadas em relação à construção da nossa variação pré-flop.

Achou isto interessante?    

Obrigado por nos ajudar a melhorar.

     

Copyright 2002 - 2017 Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited., subsidiária integral da 888 Holdings plc.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited foi estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A 888 Holdings plc está cotada na Bolsa de Valores de Londres.
A Cassava Enterprises (Gibraltar) Limited está licenciada e autorizada a oferecer serviços de jogos e apostas online nos termos das leis de Gibraltar (Licença para Jogo Remoto números 022 e 039) e não atesta a legalidade de tais serviços em outros países.
Nossos serviços no Reino Unido são operados pela 888 UK Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, licenciada e regulamentada pela Great Britain Gambling Commission (Comissão de Jogos de Aposta da Grã-Bretanha).
Nossos serviços nos estados membros da União Europeia (com exceção dos estados em que nossos serviços são fornecidos segundo uma licença local) e nos estados membros da Associação Europeia de Livre Comércio são operados pela Virtual Digital Services Limited, uma empresa estabelecida em Gibraltar, que faz parte da União Europeia.
A Virtual Digital Services Limited opera sob a proteção de uma licença de jogo fornecida segundo as leis de Gibraltar.
Nossos produtos de apostas são operados na Irlanda, pela 888 Ireland Limited, uma empresa incorporada em Gibraltar, licenciada pela Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal) da Irlanda.
Nosso endereço: 601-701 Europort, Gibraltar.
Encorajamos o jogo com responsabilidade e apoiamos a GamCare.